Loader
ambiente

Dia da Árvore

21 / 09 / 2020 Fique por Dentro

O dia nacional da árvore é comemorado em 21 de setembro e busca ser um momento de reflexão para compreendermos a importância das árvores, florestas e dos serviços ecossistêmicos que recebemos. A data foi estabelecida pelo Decreto Federal 55.795/65, que criou o “Dia da Árvore”, a data faz alusão à chegada da primavera, que sempre ocorre na proximidade dessa data.

Quantas árvores existem no planeta?

Um estudo publicado em 2015 na Revista Nature, uma das mais importantes revistas científicas do mundo, traz dados surpreendentes. Cientistas estimam que no mundo haja cerca de 3 trilhões de árvores (420 por habitante), um número 7 vezes maior que cálculos anteriores, que mensuravam cerca de 400 bilhões de árvores.

Significa que ganhamos mais árvores e os problemas ambientais e de desmatamento foram resolvidos?

Não é bem assim, nesse estudo foram usadas imagens de satélite mais precisas cruzadas com contagens de árvores em regiões conhecidas, o que torna o cálculo mais preciso.

A cada ano são cortadas 15 bilhões de árvores no mundo, ou seja, cada habitante perde 2,1 árvores por ano, se mantido o ritmo, em 200 anos não teremos mais árvores no mundo. A atividade humana foi considerada a mais nociva para a sobrevivência das florestas, o número de árvores no mundo caiu 46% nos últimos 12.000 anos, período que coincide com o início da agricultura e das primeiras cidades.

Quanto vale uma árvore em pé?

Já parou para pensar quanto vale cada árvore que vemos ao longo do dia? Difícil fazer essa conta, pois precisamos conhecer todos os benefícios que recebemos das árvores, seja em uma cidade ou em uma floresta. Veja os principais benefícios das árvores:

  • Cada árvore sequestra 15,6 kg de carbono por ano;
  • Lugares com muitas árvores economizam até 30% com climatização, pois áreas verdes diminuem a temperatura da superfície;
  • Aumento do valor imobiliário: até 20%
  • Captação de água: até 250 litros por dia
  • Diminuição da temperatura do ar: 2 a 8°C

Com todos esses números em mãos, cientistas fizeram cálculos para entender todos os benefícios dos serviços ambientais ao ser humano e quanto isso seria remunerado.

Considerando os benefícios urbanos, como sequestro de carbono, equilíbrio de temperatura, economia de energia e remoção de poluentes, cada árvore na cidade de Londres foi valorada em 24,1 dólares (valores de 2015).

Já em uma mata nativa os serviços ambientais são mais complexos e interligados, como regulação do clima, fornecimento de água, controle de erosão, formação do solo, produção de alimento, polinização, refúgio de animais, recursos genéticos, ciclagem de nutrientes. O valor de cada árvore em mata nativa é de 3,23 dólares, devido à grande concentração de exemplares por hectare (até 1.667) e ao fato de serem mais escassas em grandes centros urbanos.

Estimativas conservadoras apontam que 67% das árvores do planeta estão concentradas em duas grandes regiões o mundo, como na tundra, próxima ao Ártico e nas floretas tropicais do mundo, como a Amazônia. Somente essas florestas nos fornecem serviços ambientais no valor de 6,78 trilhões de dólares ao ano, valor muito próximo ao PIB do Brasil em 2019.

Conservar as árvores e florestas traz benefícios locais como sombra, regulação do clima local, absorção de água, mas também possui benefícios globais como sequestro de carbono, proteção de animais e recurso genético para pesquisas científicas.

Vamos juntos nessa luta pela preservação ambiental? 


Outros conteúdos

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo!